Total de visualizações de página

terça-feira, 10 de abril de 2012

CUIDE-SE PARA NÃO CAIR

“E não pratiquemos imoralidade, como alguns deles o fizeram, e caíram, num só dia, vinte e três mil. Não ponhamos o Senhor à prova, como alguns deles já fizeram e pereceram pelas mordeduras das serpentes. Nem murmureis, como alguns deles murmuraram e foram destruídos pelo exterminador. Estas coisas lhes sobrevieram como exemplos e foram escritas para advertência nossa, de nós outros sobre quem os fins dos séculos têm chegado. Aquele, pois, que pensa estar em pé cuide-se que não caia.” (I Co. 10:8-12)

“Aqueles, pois, que pensa estar em pé cuide-se que não caia.”
Esta é uma advertência para os que são seguros de si mesmo.
Esta frase é dirigida especialmente ao cristão que se acha forte, que acredita ser capaz de ceder ocasionalmente os desejos da carne sem ser afetado.
Esta pessoa corre perigo extremo de sentir a mão disciplinadora de Deus

A queda de um líder nos faz pensar em nossa própria situação, pois a consciência de que estamos todos envolvidos em uma batalha deve nos levar a tomar uma posição coerente com essa realidade.

Ninguém está isento de cair em pecado e escandalizar o nome do Senhor e ferir a igreja.
Pequenos detalhes do dia-a-dia vão somando e se transformam em um grande problema, levando à queda moral e espiritual.

Vamos trazer à memória algumas ações práticas que precisam ser lembradas em um momento como este.

  • Vigie, vigie e vigie.
“Assim, pois, não durmamos como os demais; pelo contrário, vigiemos e sejamos sóbrios.” (I Ts. 5:6)

Esteja alerta às situações que surgem às conversas, aos tipos de convite e de pensamentos que prevalecem em nosso coração.
É necessário nos mantermos sóbrios, analisando as circunstâncias ao nosso redor, atentos àquilo que pode estar errado ou levar-nos ao erro.

Devemos ter cuidado com aquilo que temos mantido diante de nossos olhos e dentro dos pensamentos, observando o que está acontecendo com nossa vida hoje, ficando ligado sempre.

  • Assuma uma posição clara diante de Deus e da sociedade
“Se o nosso Deus, a quem servimos, quer livrar-nos, ele nos livrará da fornalha de fogo ardente e das tuas mãos, ó rei. Se não, fica sabendo, ó rei, que não serviremos a teus deuses, nem adoraremos a imagem de ouro que levantaste.” (Dn. 3:17-18)

Não há como vencer se ficarmos em cima do muro.
Ou somos ou não somos de Jesus.
Temos de ter coragem para declarar a nossa fé em Cristo diante do mundo e nos posicionar com amor e firmeza, ainda que fiquemos sozinhos.

Judas ficou em cima do muro e acabou pendurado em uma corda.
Os três companheiros de Daniel se posicionaram e viram um milagre.

Um só homem, do lado de Deus, sempre será a maioria, sempre será vencedor, pela vida ou pela morte.

  • Tome atitudes radicais, sempre que for preciso
“Então, ela o pegou pelas vestes e lhe disse: Deita-te comigo; ele, porém, deixando as vestes nas mãos dela, saiu, fugindo para fora.” (Gn. 39:12)

Às vezes temos de radicalizar, afastar-nos, sair correndo, fugir, declarar em alto e bom som a nossa posição.
Afastar-nos de um relacionamento de amizade ou de um tipo de ambiente que se insinua nocivo.

Com o pecado e com as tentações a pecar não se brinca.
Todo mundo que flerta com o pecado sai machucado.
Temos de ter manter fortes convicções e colocá-las em prática sempre.

  • Busque uma vida equilibrada no que diz respeito à família, igreja, trabalho e lazer
“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu:” (Ec.  3:1)

Todo desequilíbrio produz resultados maus.
Temos de buscar viver mantendo espaços adequados para a família, para a igreja, para o trabalho, para o lazer etc.
Uma vida desequilibrada nos torna mais abertos às quedas. O equilíbrio produz saúde emocional, física e espiritual.

  • Mantenha-se humilde
“Porque, pela graça que me foi dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, segundo a medida da fé que Deus repartiu a cada um.” (Rm. 12:3)

Como diriam os jovens de hoje: “Não fique se achando.”
Quando você começa a achar que está muito bom é ai que a coisa começa a pegar.

Não valorize demais os elogios, nem superestime as críticas.
Não fique se comparando com aqueles que erraram.
Mantenha uma idéia equilibrada de si mesmo, reconhecendo que você não é nenhum monstro e nem um super crente.
Mas um pecador salvo que vive dia a dia pela graça do Senhor.

  • Seja um membro ativo e comprometido da igreja local
“No zelo, não sejais remissos; sede fervorosos de espírito, servindo ao Senhor.” (Rm. 12:11)

Encontrar um ministério e servir comprometidamente nos ajuda a manter o foco certo.
O seu compromisso no Reino levado a sério o ajudará a buscar uma vida de maior comprometimento com Deus e com ou outros.
Isso somado às outras ações nos ajudará a buscar uma vida mais excelente.

  • Busque o apoio de outros irmãos
“Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade.” (Ec. 4:12)

Tem horas que precisamos buscar correndo a ajuda de outros irmãos, seja para confessarmos, para nos aconselhar, para orarmos juntos, para desabafo, para prestarmos contas etc.

Quando temos pessoas confiáveis com quem compartilhar, a luta se torna menos dura e a vida, menos pesada.
Nunca subestime a ajuda que Deus pode lhe trazer através de um outro irmão.
Não espere as coisas ficarem fora de controle para buscar ajuda, busque por ajuda assim que perceber o problema.

  • Orar, orar e orar.
“e, quanto a nós, nos consagraremos à oração...” (At. 6:4ª)

Sem oração, nada feito.
Não há como vencer se não tivermos a oração como parte de nossos hábitos pessoais, praticando-a tanto individualmente como comunitariamente, que é quando podemos orar diretamente uns pelos outros também.
Para estarmos de pé diante dos homens precisamos estar de joelhos diante de Deus.

  • Cultive uma intimidade crescente com Deus
“Ora, como recebestes Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nele,” (Cl. 2:6)
“Porque assim diz o Alto, o Sublime, que habita a eternidade, o qual tem o nome de Santo: Habito no alto e santo lugar, mas habito também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos e vivificar o coração dos contritos.” (Is. 57:15)

Quanto mais andarmos perto do Senhor, mais fortes seremos para fazer frente às tentações e fraquezas.
Não podemos viver apenas em busca de bênçãos de Deus, precisamos do próprio Deus, as bênçãos são consequências.

Desenvolva práticas devocionais sistemáticas que se coadunam com o seu temperamento e seu estilo de vida, comprometa-se em conhecer mais do Senhor em sua vida.
Precisamos desejar ardentemente uma comunhão maior, um toque maior do Senhor em nós a cada dia.

  • Comece a agir agora
“Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios,   remindo o tempo, porque os dias são maus.” (Ef. 5:15-16)

Comece hoje fazendo um balanço de sua caminhada, e se encontrar alguma luz vermelha acesa, trate imediatamente do assunto.
Não fique esperando algo que você não sabe o que vai acontecer.
Trate logo, posicione-se, resolva, ajuste, limpe, arranque, saia, decida, não deixe que permaneça.
Se não encontrar nada errado, louve a Deus por isso e fique mais ligado ainda.

Não fique adiando uma ação decisiva com relação à tentação ou ao pecado, lembre-se do texto de abertura desta reflexão.

“Cuide-se para que não caia”.

Há poder para andar em santidade e em vitória.
O Senhor tem nos dado do seu Espírito.
Ele mesmo já prometeu isso conforme Paulo lembrou a Timóteo.
“Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação.” (II Tm. 1:7)

Assim cairemos se quisermos, se escolhermos cair.
O Diabo não pode fazer o que quer em nossas vidas.
Quanto mais cônscios disso estivermos, e quanto mais próximos do Senhor caminharmos, mais seguros estaremos.

Que Deus nos guarde de tropeçar na jornada e tenha misericórdia daqueles que caíram.
Façamos a nossa parte e confiemos em Deus, que nunca deixa de fazer a dele.

Um comentário:

  1. Estava procurando essa passagem de 1Cor e me deparo com esse estudo. Glória a Deus pela sua vida Pastor. Sou discípula da COM tb.

    ResponderExcluir