Total de visualizações de página

quinta-feira, 22 de março de 2012

TRANSFORMANDO MALDIÇÕES EM BÊNÇÃOS

“Tendo chegado o rei Davi a Baurim, eis que dali saiu um homem da família da casa de Saul, cujo nome era Simei, filho de Gera; saiu e ia amaldiçoando. Atirava pedras contra Davi e contra todos os seus servos, ainda que todo o povo e todos os valentes estavam à direita e à esquerda do rei. Amaldiçoando-o, dizia Simei: Fora daqui, fora, homem de sangue, homem de Belial; o SENHOR te deu, agora, a paga de todo o sangue da casa de Saul, cujo reino usurpaste; o SENHOR já o entregou nas mãos de teu filho Absalão; eis-te, agora, na tua desgraça, porque és homem de sangue. Então, Abisai, filho de Zeruia, disse ao rei: Por que amaldiçoaria este cão morto ao rei, meu senhor? Deixa-me passar e lhe tirarei a cabeça. Respondeu o rei: Que tenho eu convosco, filhos de Zeruia? Ora, deixai-o amaldiçoar; pois, se o SENHOR lhe disse: Amaldiçoa a Davi, quem diria: Por que assim fizeste? Disse mais Davi a Abisai e a todos os seus servos: Eis que meu próprio filho procura tirar-me a vida, quanto mais ainda este benjamita? Deixai-o; que amaldiçoe, pois o SENHOR lhe ordenou. Talvez o SENHOR olhará para a minha aflição e o SENHOR me pagará com bem a sua maldição deste dia. Prosseguiam, pois, o seu caminho, Davi e os seus homens; também Simei ia ao longo do monte, ao lado dele, caminhando e amaldiçoando, e atirava pedras e terra contra ele. O rei e todo o povo que ia com ele chegaram exaustos ao Jordão e ali descansaram.” (II Sm. 16:5-14)

Com certeza você conhece pessoas que estão deprimidas, cabisbaixas com pouca auto-estima devido a complexos adquiridos no passado.
Talvez fruto de palavras que ouviram dizendo que não teria jeito ou que não seria ninguém.
Muitas vezes esquecemos promessas de Deus por que em nosso interior ecoam palavras de maldições proferidas por pais ou amigos.

Davi muitas vezes passou por isso.

·         Quando foi escolhido por Deus, seu pai e irmãos nem fizeram caso dele.
“Perguntou Samuel a Jessé: Acabaram-se os teus filhos? Ele respondeu: Ainda falta o mais moço, que está apascentando as ovelhas. Disse, pois, Samuel a Jessé: Manda chamá-lo, pois não nos assentaremos à mesa sem que ele venha.” (I Sm. 16:11)

·         Golias o insultou com palavras.
“Olhando o filisteu e vendo a Davi, o desprezou, porquanto era moço ruivo e de boa aparência. Disse o filisteu a Davi: Sou eu algum cão, para vires a mim com paus? E, pelos seus deuses, amaldiçoou o filisteu a Davi. Disse mais o filisteu a Davi: Vem a mim, e darei a tua carne às aves do céu e às bestas-feras do campo.” (I Sm. 17:42-44)

·         Mical sua esposa o desprezou.
“Ao entrar a arca do SENHOR na Cidade de Davi, Mical, filha de Saul, estava olhando pela janela e, vendo ao rei Davi, que ia saltando e dançando diante do SENHOR, o desprezou no seu coração.” (II Sm. 6:16)

·         O rei Saul o perseguia.
“O espírito maligno, da parte do SENHOR, tornou sobre Saul; estava este assentado em sua casa e tinha na mão a sua lança, enquanto Davi dedilhava o seu instrumento músico.” (I Sm. 19:9)
·         Até seu filho Absalão o traiu.
“Enviou Absalão emissários secretos por todas as tribos de Israel, dizendo: Quando ouvirdes o som das trombetas, direis: Absalão é rei em Hebrom!” (II Sm. 15:10)

Vemos em II Sm. 16 o momento em que Davi é afrontado por Simei que xingava e jogava pedras.
Como rei, Davi poderia ter mandado um de seus soldados defendê-lo, mas não quis fazer isso.
Abisai, um de seus comandantes, propôs matar Simei, mas Davi não aceitou.

Você tem medo de macumba, praga, mal olhado, inveja e outras coisas?
Essas coisas pegam em servos de Deus?
Será que tem como transformar maldição em bênção?

Como transformar maldições em bênçãos?

Vamos aprender com o exemplo de Davi como reagir diante de maldiçoes e transformá-las em bênçãos para nossas vidas:

·         Não aceite maldições, ore a Deus.
“Talvez o SENHOR olhará para a minha aflição e o SENHOR me pagará com bem a sua maldição deste dia.” (II Sm. 16:12)
Davi não se importou com as maldições a ele proferidas por que estava concentrado nas promessas de Deus sobre sua vida.
Não se esquecia que era um ungido de Deus e tinha promessas de proteção sobre si.
“Não toqueis nos meus ungidos, nem maltrateis os meus profetas.” (Sl. 105:15)
Davi não respondeu Simei à altura com outras maldições e pedras.
Ele orou a Deus humildemente pedindo para defendê-lo e transformar aquela maldição em bênção.

Quando alguém te amaldiçoar, apresente sua afronta a Deus que te promete que “Em lugar da vossa vergonha, tereis dupla honra; em lugar da afronta, exultareis na vossa herança; por isso, na vossa terra possuireis o dobro e tereis perpétua alegria” (Is. 61.7)

Um outro exemplo é Ezequias quando recebeu uma carta de Senaqueribe.
O rei Ezequias levou a carta ao templo e apresentou no altar de Deus aquela maldição e teve o livramento.
“Tendo Ezequias recebido a carta das mãos dos mensageiros, leu-a; então, subiu à Casa do SENHOR, estendeu-a perante o SENHOR.” (Is. 37:14)

Apresente a Deus toda afronta contra sua vida, pois você está nas mãos de Deus e pense, agindo Deus quem impedirá?
“Ainda antes que houvesse dia, eu era; e nenhum há que possa livrar alguém das minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá?” (Is. 43:13)
“Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?” (Rm. 8:31)

O que você faz quando alguém te amaldiçoa?
Em lugar da maldição Deus vai te dar dupla honra!
                       
·         Prossiga seu caminho e fuja das pedras.
“Prosseguiam, pois, o seu caminho, Davi e os seus homens; também Simei ia ao longo do monte, ao lado dele, caminhando e amaldiçoando, e atirava pedras e terra contra ele.” (II Sm. 16:13)
Davi sabia que não podia parar. Se parasse não prosseguiria seu caminho. Devia ir adiante até onde Deus o honrasse.

Muitas vezes o inimigo manda alguém para nos parar.
Para nos distrair do propósito de Deus e desviar nossa caminhada.
O diabo sabe que não pode te impedir, mas tenta pelo menos te atrasar de receber a vitória.

Quando Neemias foi restaurar os muros de Jerusalém aconteceu a mesma coisa.
Dois homens, Sambalate e Tobias tentaram atrapalhar e amaldiçoaram Neemias, contrataram uma falsa profetiza para falar mal dele e o chamaram várias vezes, mas Neemias sempre respondia que não podia parar sua obra por que estava muito ocupado.
“Tendo ouvido Sambalate, Tobias, Gesém, o arábio, e o resto dos nossos inimigos que eu tinha edificado o muro e que nele já não havia brecha nenhuma, ainda que até este tempo não tinha posto as portas nos portais, Sambalate e Gesém mandaram dizer-me: Vem, encontremo-nos, nas aldeias, no vale de Ono. Porém intentavam fazer-me mal. Enviei-lhes mensageiros a dizer: Estou fazendo grande obra, de modo que não poderei descer; por que cessaria a obra, enquanto eu a deixasse e fosse ter convosco? Quatro vezes me enviaram o mesmo pedido; eu, porém, lhes dei sempre a mesma resposta.” (Ne. 6:1-4)
Neemias declarou: “o nosso Deus converteu a maldição em bênção.” (Ne. 13:2)

Não pare sua caminhada. Prossiga. Avante.
Mesmo que te atirem pedras, Jesus te defenderá como defendeu aquela mulher que seria apedrejada.
Não dê atenção a maldições que só vão te atrasar.
Você tem prosseguido seu caminho ou pára sempre que tem um obstáculo?
Não tenha medo de pedradas, Jesus te defenderá!

·         Deixe Deus agir e te defender.
“Apressou-se Simei, filho de Gera, benjamita, que era de Baurim, e desceu com os homens de Judá a encontrar-se com o rei Davi. E, com ele, mil homens de Benjamim, como também Ziba, servo da casa de Saul, acompanhado de seus quinze filhos e seus vinte servos, e meteram-se pelo Jordão à vista do rei e o atravessaram, para fazerem passar a casa real e para fazerem o que lhe era agradável. Então, Simei, filho de Gera, prostrou-se diante do rei, quando este ia passar o Jordão, e lhe disse: Não me imputes, senhor, a minha culpa e não te lembres do que tão perversamente fez teu servo, no dia em que o rei, meu senhor, saiu de Jerusalém; não o conserves, ó rei, em teu coração. Porque eu, teu servo, deveras confesso que pequei; por isso, sou o primeiro que, de toda a casa de José, desci a encontrar-me com o rei, meu senhor. Então, respondeu Abisai, filho de Zeruia, e disse: Não morreria, pois, Simei por isto, havendo amaldiçoado ao ungido do SENHOR? Porém Davi disse: Que tenho eu convosco, filhos de Zeruia, para que, hoje, me sejais adversários? Morreria alguém, hoje, em Israel? Pois não sei eu que, hoje, novamente sou rei sobre Israel? Então, disse o rei a Simei: Não morrerás. E lho jurou.” (II Sm. 19:16-23)
A história de Davi com Simei continua, quando se reencontram e Simei se humilha pedindo perdão a Davi.
Simei sabia que Davi era ungido de Deus e que precisava de seu perdão, por que se não seria castigado pelo Senhor. Deus exaltou Davi.
Mais uma vez ele se recusou vingar. Perdoou seu inimigo.

Muitas pessoas quando tem oportunidade se vingam das pessoas e isso não agrada a Deus. (Rm. 12:17-21) 
A vingança muitas vezes é com palavras, fofocas e outras ações, mas Deus não aceita isso.

Certa vez um homem chamado Balaão foi pago para amaldiçoar o povo de Deus.
“Porém o SENHOR, teu Deus, não quis ouvir a Balaão; antes, trocou em bênção a maldição, porquanto o SENHOR, teu Deus, te amava.” (Dt. 23:5)
Para Deus te defender você deve deixar Ele agir.
“Neste encontro, não tereis de pelejar; tomai posição, ficai parados e vede o salvamento que o SENHOR vos dará, ó Judá e Jerusalém. Não temais, nem vos assusteis; amanhã, saí-lhes ao encontro, porque o SENHOR é convosco.” (II Cr. 20:17)
Faça como Deus disse a Davi: “Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus.” (Sl. 46:10)
Davi mesmo aconselhava: “Deixa a ira, abandona o furor; não te impacientes; certamente, isso acabará mal.” (Sl. 37:8)
Tenha sempre em mente que “todo o que se exalta será humilhado; e o que se humilha será exaltado” (Lc. 14:11)

Se você for humilhado, saiba que Deus te exaltará e quanto estiver por cima não humilhe ninguém para não ser rebaixado depois.
Permaneça humilde como Davi foi humilde quando foi humilhado e quando foi exaltado.

Você tem deixado Deus agir em sua vida e te defender ou tem reagido com vingança?
Não pague o mal com o mal, mas deixe Deus te defender!

Deus transforma toda maldição em bênção!

A a maldição sem causa não se cumpre. (Pv. 26:2). Creia nisso!
Davi muitas vezes viu Deus agir em sua defesa transformando toda situação de maldição em bênção dobrada para ele.
Semei se humilhou, por isso foi poupado.
Deus livrava Davi de todos seus inimigos.

Não aceite maldições em sua vida.
Apresente a Deus em oração todas as suas afrontas.
Prossiga seu caminho fugindo das pedradas e não se vingue.
Deixe Deus agir em sua defesa.
Creia que toda maldição se transformará em bênção!

Nenhum comentário:

Postar um comentário